Em audiência de mediação, Sindicato contesta demissões na Ambar

O Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté, participou, na quinta-feira (28/07), de uma audiência de mediação, na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT), em Araraquara. Em discussão, foi abordado as demissões em massa dos trabalhadores na Ambar.


A procuradora da Regional do Trabalho da 15ª Região, Drª Lia Magnoler Guedes de Azevedo Rodrigues, mediadora do encontro, depois de ouvir os argumentos da entidade concedeu um prazo de 15 dias para a empresa se manifestar junto ao Sindicato a respeito das demissões.


Representando o Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté, estiveram presentes o Presidente, Vanderlei Strano, o Secretário Geral, Waldemar Muniz e o Advogado da entidade, Eduardo Augusto da Silva.


Sobre as demissões em massa, a Ambar relata que foram 38 trabalhadores demitidos no dia 14 de julho, para readequação dos postos de trabalho, mas o Sindicato contraria o número de demissões informadas, pois de acordo com denúncias esse número pode ser maior do que o anunciado.


Na visão do presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté, Vanderlei Strano, a empresa Ambar descumpriu o acordo firmado junto ao Sindicato, que obriga negociação prévia quando ocorrer demissões em massa. “O Sindicato repudia a postura da empresa pela falta de diálogo, pois buscamos formas para garantir a manutenção dos empregos, com lay off, pdv, medidas usadas para evitar demissões. Por isso, agora nos resta lutar, para que outras demissões não aconteçam sem prévia discussão com o Sindicato”, ressalta Vanderlei.


Ação na Justiça

O departamento Jurídico do Sindicato vai aguardar a empresa se pronunciar dentro do prazo de 15 dias, mas não descarta a possibilidade de entrar com uma Ação na Justiça contra a Ambar.

O Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté sempre atuante na luta pelos direitos dos trabalhadores.


PROCURE O SINDICATO!

Nosso Departamento Jurídico está sempre atento aos direitos trabalhistas da categoria e pronto para atender você trabalhador sócio.

Tem alguma dúvida em relação ao seu contrato de trabalho ou sua rescisão? Sentiu-se lesada ou lesado pela empresa onde trabalha?

Procure o nosso Departamento Jurídico, agende seu horário!