top of page

Faixa de isenção do IR subirá para dois salários mínimos neste ano

A isenção da tabela do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) deve atingir quem ganha até dois salários ainda neste ano. O anúncio foi feito pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em entrevista a rádio Metrópole, de Salvador (BA), nesta terça-feira (23).


A decisão do presidente foi devido ao aumento do salário mínimo de R$ 1.320 para R$ 1.412, e quem ganha dois salários mínimos (R$2.824), entrava na primeira faixa de imposto de renda, que tributa acima da renda mensal de 2,6 mil reais.


"A gente resolveu desonerar as pessoas que ganhavam até R$ 2.640. Com o reajuste do salário mínimo, as pessoas que ganham dois mínimos parecem que vão pagar Imposto de Renda, mas não vão, porque nós vamos fazer mudanças agora", afirmou.


"Nesse país, quem vive de dividendo não paga Imposto de Renda e quem vive de salário paga. O Haddad [ministro da Fazenda] sabe que nós temos que fazer esses ajustes, eles são difíceis porque na hora que a gente abre mão de um dinheiro a gente tem que saber de onde vai pegar outro dinheiro. Mas a gente vai fazer tudo que prometemos porque é bom para o Brasil, é bom para o povo brasileiro e é muito bom para o meu querido Nordeste", disse.


Fernando Haddad (PT), confirmou que ainda neste mês, os técnicos do ministério farão cálculos para atender a decisão de Lula.


A correção da tabela do IRPF é uma reivindicação da CUT e demais centrais que em nota demonstraram que os super-ricos continuam sem pagar impostos, enquanto os trabalhadores e trabalhadoras são os mais penalizados, já que o desconto do imposto sai diretamente dos seus contracheques.


CUT/BRASIL


(FOTO: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)


Comments


bottom of page