IBGE divulga ‘prévia’ da inflação e preços dos alimentos sobem em julho

O IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15) teve alta em seis dos nove grupos, tendo destaque para alimentos e bebidas, que subiram 1,16% neste mês.


A ‘prévia’ da inflação de julho foi divulgada na manhã de terça-feira (26), pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).


Entre os itens da alimentação, o IBGE citou a alta dos preços do leite longa vida, 22,27%. No ano, o leite subiu 57,42%. Outros derivados também aumentaram de preços, casos do requeijão (4,74%), manteiga (4,25%) e queijo (3,22%). Além disso, tiveram aumento itens como frutas (4,03%), feijão carioca (4,25%) e pão francês (1,47%).


Os combustíveis, apesar de ainda estarem com altos preços, tiveram redução no grupo de transporte de 1,08%, com diminuição dos preços médios de gasolina (-5,01%) e etanol (-8,16%). Por sua vez, o óleo diesel teve alta de 7,32%. As passagens aéreas também aumentaram, 8,13%. Ainda nesse grupo, o instituto apurou alta do ônibus urbano (0,67%).


O gás encanado subiu 0,14% em julho. Em 12 meses, o índice subiu em todas as áreas, variando de 9,10% (Belém) a 12,75% (Curitiba), somando 12,74% em Salvador, 12,03% em Recife, 11,57% em São Paulo e 11,19% no Rio.


O IPCA e o INPC deste mês serão divulgados em 9 de agosto.

SMABC / Rede Brasil Atual