top of page

Metalúrgicos aprovam pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2023

A Direção do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté intensifica a mobilização pela Campanha Salarial 2023 em toda a base.

Em assembleia geral realizada no domingo (06/08), as trabalhadoras e os trabalhadores aprovaram por unanimidade a pauta de reivindicações da data-base deste ano, bem como a taxa de contribuição negocial para não sócios.


A campanha salarial 2023 apresenta um cenário diferente de 2022, o Índice INPC usado como base para o reajuste dos metalúrgicos no acumulado dos 12 meses de setembro/2022 a julho/2023 apresentou queda, ficando em 3,94 %, no mesmo período do ano passado apresentou 9,82%.


O tema da Campanha traz o slogan “A Luta Continua Pela Reconstrução dos Direitos, dos Salários e da Democracia”, e os destaques são as cláusulas econômicas e a valorização das cláusulas sociais, e e os eixos são: Reposição da Inflação; Aumento Real; Valorização dos Pisos Salariais; Valorização das Convenções Coletivas de Trabalho; Redução da Jornada Sem Redução de Salário; Redução dos Juros.

A data-base da categoria é 1º de setembro, e em julho foi entregue a pauta de reivindicações as bancadas patronais, através da FEM-CUT/SP (Federação dos Sindicatos de Metalúrgicos da CUT/SP).


Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté, Vanderlei Strano, o Sindicato intensificará as mobilizações em toda a base. “Vamos nos mobilizar para mostrar aos patrões que não vamos abrir mão do aumento real. A mobilização dos metalúrgicos de São Carlos e Ibaté são de extrema importância para as negociações realizadas pela Federação, por isso, precisamos manter nossa unidade”, destaca Vanderlei Strano.


O Sindicato sempre atuante na luta pelos direitos dos trabalhadores. A Direção acompanha a FEM-CUT/SP nas rodadas de negociações junto aos sindicatos patronais.























Comments


bottom of page