Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté aprovam os eixos da Campanha Salarial 2022

Os Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté aprovaram em Assembleia Geral, realizada no domingo (08/05), no Clube de Campo, as reivindicações da Campanha Salarial da FEM-CUT/SP, deste ano.


Com data-base em setembro, os eixos da campanha aprovados foram: Reposição da Inflação, Aumento Real, Valorização dos Pisos, Valorização da Convenção Coletiva de Trabalho, Manutenção dos Direitos e a Reindustrialização. A campanha trás o slogan “Juntos pela Reconstrução dos Direitos, dos Salários, da Democracia e do País”.


A assembleia reuniu trabalhadoras e trabalhadores da base sócios e não sócios.


O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté, Vanderlei Strano, destacou um dos eixos da campanha, a reindustrialização do país. “Precisamos discutir urgente a reindustrialização, por conta das perdas dos empregos. O movimento sindical vem se desdobrando para garantir a manutenção dos empregos, por isso, precisamos de uma política industrial eficaz. Por ser um ano eleitoral, discutir reajuste salarial junto aos patrões neste cenário, não será fácil, acompanhamos a alta da inflação, que vem diminuindo nosso poder de compra a cada dia. Desta forma, precisamos estar mobilizados para garantir os nossos direitos, sendo assim, seguiremos na luta”, declarou Vanderlei.


A Diretora da Mulher da FEM-CUT, Ceres Lucena, lembrou que precisamos garantir na Convenção Coletiva, a renovação das Cláusulas Sociais. “ Com a Renovação das Cláusulas Sociais conseguimos a extensão dos direitos garantidos pela CLT. Para as mulheres por exemplo na CLT a licença-maternidade é de 120 dias, já na CCT é 180 dias, e temos outras como direito à amamentação e estabilidade”, ressaltou ela.


Já o Secretário Geral do Sindicato, Waldemar Muniz, diz que é essencial a unidade de todas as trabalhadoras e todos os trabalhadores. “Neste ano os nossos desafios serão muito maiores que no ano passado, pois temos os reflexos da pandemia pela Covid-19 e a Guerra. O Sindicato não medirá esforços, mas a nossa união é fundamental”, declarou o Secretário.


O objetivo é entregar as pautas de reivindicações para as bancadas patronais no dia 3 de junho. Em 2022, estarão em Campanha pela FEM-CUT/SP cerca de 174 mil trabalhadores.




Fotos: Arquivo Sindicato