top of page

São Carlos sedia reunião do Coletivo Mulheres da FEM

 Ocorreu na manhã desta quinta-feira (01/02) a primeira reunião do Coletivo de Mulheres da FEM-CUT/SP. A atividade aconteceu no Clube de Campo dos Metalúrgicos, em São Carlos, e faz parte do calendário de ações do coletivo, para fortalecer a resistência e luta em defesa da igualdade de gênero.

 

Além das metalúrgicas de São Carlos (anfitriãs), estiveram presentes também dirigentes dos Sindicatos dos Metalúrgicos do ABC, Itu, Salto, Sorocaba e Rurais de Boa Esperança.

 

 A dirigente do SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE SÃO CARLOS E IBATÉ, Coordenadora do Coletivo de Mulheres da entidade, Sandra Mantovani mediou a mesa e deu boas-vindas as companheiras. “É uma satisfação receber todas essas mulheres aqui em São Carlos, esse debate é de extrema importância para fortalecer nossa luta”, ressalta Sandra.  

 

Esteve presente na reunião, o secretário geral do SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE SÃO CARLOS E IBATÉ, Waldemar Muniz, “Parabenizo a atividade e dou boas vindas a todas, apoio a luta de vocês, pois juntos somos mais fortes”, declarou.

 

A vice-presidenta do SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE SÃO CARLOS E IBATÉ e Secretária da Mulher da FEM-CUT/SP, Ceres Lucena, reiterou a importância de as mulheres se manterem firmes na luta e destacou a importância de reuniões como a que ocorreu nesta quinta-feira. "Encontros de mulheres são fortalecedores, especialmente este, com a participação de vários sindicatos, inclusive outra categoria como as mulheres rurais, que vieram agregar nosso debate trazendo os seus desafios e conquistas", concluiu.

 

 A dirigente do Sindicato dos Rurais de Boa Esperança, Daniela, fez parte da mesa de abertura e abordou as questões do campo. “ Somos muitas mulheres no campo, a maioria, mas o trabalho é desigual, nós trabalhamos na colheita manual, e os homens  que estão à frente dos maquinários, nós ganhamos menos, nossa luta segue pela igualdade de direitos”, ressalta.

 

Daniela citou ainda que na Direção do Sindicato dos Rurais de Boa Esperança é composta em sua maioria por mulheres. “ Na nossa Direção temos cotas para os homens. Porém as assembleias são realizadas por homens, dirigentes, infelizmente o Campo tem seu universo machista”, declarou ela.

   

Vanderlei Strano, presidente do SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE SÃO CARLOS E IBATÉ, esteve presente na atividade. “É um prazer ter todas vocês aqui em nosso Clube de Campo. Confesso que a Ceres divide um pouco com a gente de São Carlos as dificuldades, e procuro apoiar no que é possível. Parabenizo vocês pela organização e continuem na Luta”, disse Vanderlei.

 

Durante o encontro, as metalúrgicas discutiram diversas pautas: planejamento do Coletivo, elaboração do calendário 2024, desafios para a Campanha Salarial 2024, atividade do dia Internacional da Mulher, 8 de março, entre outras.

 

Para finalizar o evento o dirigente sindical e coordenador do Coletivo de Igualdade Racial do SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE SÃO CARLOS E IBATÉ, Alexandre Fermiano fez uma saudação. “Parabenizo a luta de todas vocês e ressalto que lugar de mulher é onde ela quiser”, diz Alexandro.

 

O próximo encontro das mulheres será no dia 1º de março, no planejamento do Coletivo, local a ser definido.


Foto: Erika Cristina - Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté.


 


コメント


bottom of page