Sindicato repudia prática antissindical na NSF

A Direção do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté repudia veementemente as práticas antissindicais por parte da empresa NSF.


Após assembleia realizada no dia 01 de setembro, diversos trabalhadores denunciaram coerção, votações impostas sem consentimento do Sindicato, alteração no desembarque do transporte oferecido pela empresa, no qual visa impedir que o trabalhador tenha acesso a assembleia realizada pelo Sindicato, desta forma, a postura da empresa representa, na verdade, um ataque ao movimento sindical. Com isso, a Direção do Sindicato, bem como o Departamento Jurídico da entidade tomarão as medidas cabíveis contra a empresa.


O Sindicato sempre atuante na luta pelo trabalhador, na busca por melhores salários, PLR justa e condições de trabalho decente, realizou nesta terça-feira (06/09), nova assembleia de mobilização pela data-base 2022 junto aos trabalhadores na NSF, na oportunidade foi aprovado unidade e disposição e luta para garantir os avanços.


O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté, Vanderlei Strano, pede respeito por parte da empresa, aos trabalhadores e a entidade, e se coloca aberto ao diálogo para retomada das negociações. “Exigimos respeito ao direito do trabalhador (a) de participar da assembleia e repudiamos o autoritarismo no interior da empresa, seguimos na luta ao lado do trabalhador, por melhores salários e condições de trabalho. Caso não haja entendimento com a empresa, o Sindicato voltará para realizar nova assembleia, e será discutido e votado a organização de possível greve. ", explica Vanderlei Strano.


Segue o Edital para convocação dos trabalhadores e trabalhadoras na NSF, publicado no jornal Primeira Página, desta terça-feira (06/09).


06-09-2022 Edital Publicação NSF
.pdf
Download PDF • 508KB