Sindicato solicita mediação junto ao MPT sobre férias na Tecumseh

O pedido de mediação solicitado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté, junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT) para discutir o problema relacionado a não concessão das férias na empresa Tecumseh do Brasil, surtiu efeito. O órgão notificou a empresa para participar de audiência, na qual aconteceu no dia 16 de fevereiro, de forma virtual, com representantes da empresa, representantes do Sindicato e o MPT.

Durante a mediação, os representantes do Sindicato reafirmaram a preocupação com a Saúde dos trabalhadores, haja vista, a importância da regularização das férias, que com isso o trabalhador, passa a estar mais suscetível a fadiga e aos problemas de saúde física e mental, como estresse, depressão, além do risco de acidentes de trabalho.

Para o dirigente sindical João Tavares, membro do Coletivo de Saúde do Sindicato, que participou da audiência. “É preciso valorizar os momentos de descanso, principalmente as férias. As mudanças na Legislação promovida nos últimos governos, infelizmente ampliou o fracionamento da mesma, entretanto, ainda não foi suprimido o direito sagrado do trabalhador de tirar férias”, ressaltou ele.


O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté, Vanderlei Strano, afirmou ainda, que há tempos vem acompanhando esse problema na Tecumseh, relacionado as férias dos trabalhadores. “É recorrente a empresa deixar de conceder as férias e deliberadamente pagar multa sobre a mesma. Diante de tal situação e considerando que as férias, é uma conquista dos trabalhadores, a mediação foi o caminho encontrado para que o Sindicato possa garantir os direitos dos trabalhadores, e vamos continuar cobrando”.


Por fim, na mediação ficou encaminhado a realização de reuniões para que a empresa Tecumseh apresente um cronograma de férias ao Sindicato, desta forma, o Sindicato aguarda uma proposta que venha contemplar, principalmente os trabalhadores que já tem mais de um período de férias acumulada.