Campanha Salarial 2022: Sindicato acompanha rodadas de negociação

O Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté, tem acompanhado a Federação Estadual dos Metalúrgicos (FEM-CUT/SP), nas rodadas de negociação da Campanha Salarial 2022, que acontecem junto as bancadas patronais.


Na última quarta-feira, 17, a reunião foi com o Sicetel e ontem, 18, com as bancadas patronais do Sindicel e Siescomet.


A data-base dos Metalúrgicos da CUT de São Paulo se aproxima, é 1º de setembro.


Com o avanço das negociações, na próxima quarta-feira (24), está agendada uma reunião com os Sindicatos filiados a FEM-CUT/SP, para discutir os próximos encaminhamentos. O encontro vai acontecer na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba. Dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté já confirmaram presença na atividade.


Inflação alta e patrão querendo parcelamento do reajuste


Até o momento, considerando 11 meses, a categoria já acumula 9,16% de perdas com a inflação. O cálculo é baseado no Índice Nacional dos Preços ao Consumidor, o INPC.


Mesmo diante desse cenário de perdas, parte dos empresários tem sinalizado para propostas de parcelamento do reajuste salarial e também para o congelamento dos pisos e dos tetos salariais.


O Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Ibaté, ressalta que continua as mobilizações pela data-base. “O Sindicato está intensificando as mobilizações. Vamos lutar por reajuste decente, e não aceitamos parcelamento como foi sugerido por alguns grupos patronais nas negociações pela FEM-CUT/SP. Não podemos esquecer que a Campanha Salarial é dos trabalhadores, não dos patrões", ressaltou Strano.


Informações FEM-CUT/SP